Frei Caneca: a Educação como práxis da liberdade

Frei Caneca: a Educação como práxis da liberdade

Cristiano Garcia Dias Barbosa, Maria Fátima Batista Costa

Resumo


Frei Joaquim do Amor Divino Caneca revolucionário pernambucano em 1817 e 1824, é reconhecido por muitos pesquisadores como precursor da liberdade democrática brasileira. No pensamento caneciano, a liberdade se dá na total garantia dos direitos obtidos pelo povo que é o destinatário dos benefícios garantidos pela organização política. Para ele, a liberdade só pode acontecer com a conscientização do próprio povo de sua autoridade democrática. Por este motivo, a única via a percorrer é a da informação e formação dos membros da sociedade sendo educação um dos principais instrumentos para a liberdade que é almejada pelos indivíduos que sofrem a opressão da desigualdade social. Este foi o projeto educacional abraçado e pensado pelo frade carmelita, professor, filósofo, geômetra, retórico, jornalista e revolucionário.

Referências


Abbagnano, Nicola ( 1998). Dicionário de Filosofia. Trad. Alfredo Bosi.3 ed. São Paulo: Martins Fontes.

Aguiar, Cláudio. (1980) O suplício de Frei Caneca. Rio de Janeiro:

Civilização Brasileira.

Caneca, Joaquim do Amor Divino (1984).O Typhis Pernambucano.

Brasília: ed. Senado Federa.

___________.(2004).Itinerário de Frei Caneca.Organização e apresentação Roberto Salomão de Amaral e Melo. ed. Fac-símile. Recife: POMATA.

Carvalho, Gilberto Vilar de.(2004) Frei Caneca: gesta de liberdade: 1779-1825.( 2004) Rio deJaneiro:Mauad.

___________(1980).A liderança do Clero nas Revoluções

Republicanas: 1817 a 1824. Petrópolis: Vozes.

Montenegro, João Alfredo de Sousa.(1978) O liberalismo radical de Frei Caneca. Rio de Janeiro: tempo brasileiro.

Medeiros, Tito Figueirôa.(2017).Frei Caneca: Vida e Escritos. Recife: Cepe.

Manzotti, Reginaldo. (1992).O conceito de liberdade na práxis revolucionária de Frei Caneca. Trabalho de conclusão de curso. Curitiba.

Peréa. R. e outros (1975). Ensaios Universitários sobre Frei Joaquim do Amor Divino (Caneca). Recife: Editora Universitária da UFPE.

Rios, Maria José. (1983) Frei Caneca precursor da liberdade. Recife: Edições FAFIRE.

Rousseau, Jean-Jacques.(1973).Do Contrato Social. Trad. Lourdes Santos Machado. Coleção os Pensadores. São Paulo: Abril Cultural.

_____________ (1973).Discurso sobre a Origem e os Fundamentos da Desigualdade entre os Homens. Trad. Lourdes Santos Machado. Coleção os Pensadores. São Paulo: Abril Cultural.

TAVAREZ, Francisco Muniz.(2017) Notas de Oliveira Lima. História da Revolução Pernambuco de 1817.5.ed. Recife: Cepe.

Sua pesquisa.com. Revolução liberal do Porto de 1820. Disponível em: http://www.suapesquisa.com. acesso em: 16/10/2017.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.